Foi identificado como Luís Tiago Nogueira Borges de 37 anos o homem morto a tiros no último sábado (2) em Guaporé, na Serra. Natural de Canoas, ele foi alvejado mais de 10 vezes na frente da esposa.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil. Dos quatro envolvidos no crime, três foram presos e um acabou morto após confronto com a Brigada Militar (BM) horas depois. Com eles, os policiais apreenderam três telefones celulares, duas pistolas 9mm, 34 munições, roupas e dinheiro. Entre os presos, estava um motorista de aplicativo.

Com eles, os policiais apreenderam três telefones celulares, duas pistolas 9mm, 34 munições, roupas e dinheiro. Entre os presos, estava um motorista de aplicativo.

Borges tinha antecedentes criminais por tráfico de drogas e furto. Em entrevista a Rádio Aurora, o delegado Tiago Lopes de Albuquerque, disse que o crime pode estar relacionado a um acerto de contas por disputa de território na venda de drogas. “Vamos apurar os fatos e as circunstâncias que levaram à morte da vítima. Uma execução, em plena luz do dia, que nós teremos que investigar a motivação. Salientamos o trabalho rápido, o empenho e a dedicação dos policiais civis e militares para a prisão dos envolvidos”.